TED talk: Steven Johnson fala de onde vem as boas idéias

As pessoas geralmente creditam suas idéias a momentos de inspiração individual. Mas Steven Johnson mostra como a história conta uma versão diferente. Sua fascinante excursão nos leva das “redes líquidas” dos cafés de Londres ao longo e vagaroso palpite de Charles Darwin para as atuais e velocíssimas conexões de comunicação.

Please follow and like us:

TED talk: Dan Philips questiona projeto e ideologias

Neste palestra o construtor Dan Philips começa nos mostrando soluções curiosas e engraçadas de projeto, em suas casas esquisitas, usando materiais reciclados. Mas sua palestra não é um show de soluções estranhas. Ele parte desta exposição para questionar a forma de construir, a relação dos materiais com a natureza, questiona a nossa forma de usar estes materiais e mesmo a estética da simetria e da uniformidade, ponto de partida de nossos projetos arquitetônicos e da industrialização que suporta estes projetos.

Com referências as mais variadas, de Sartre a Nietzsche, nos coloca na parede, desconstruindo uma série de conceitos e nos evoca e nos recosntruirmos ideologicamente para depois nos projetarmos em nossas próprias construções, materiais ou não.

Uma palestra das mais instigantes do TED, que toca em pontos fundamentais das noções de projeto e de design.

Please follow and like us:

Data visualization, primeira parte

A área de data visualization está crescendo a cada ano e promete ser um campo de concentração de designers e programadores. O motivo é óbvio, pois o problema da disponibilização de dados está resolvido: todos podem publicar dados da forma que quiserem. Os problemas hoje são outros: fazer com que estes dados cheguem a quem os procura (ou seja, classificar e organizar estes dados) e fazer com que eles façam sentido para quem os acessa.

Quando dou alguma aula sobre design de informação meus alunos geralmente tem uma dificuldade enorme de entender que a informação não traz consigo seu sentido. Ou seja,o sentido que vai se forma “lá na frente” depende de um monte de coisas: do contexto em que os dados são apresentados, o repertório informacional prévio de quem o consulta, e, finalmente, a forma como os dados são apresentados. Dependendo do modo como se apresenta uma informação ela pode significar uma coisa ou outra completamente diferente. É aí que o arquiteto de informação tem um papel fundamental. E, dentro desta área, a de visualização de informação.

Veja também os posts partes doistrês sobre data visualization

Vejam aí estes dois exemplos.

Information is beautiful!

Please follow and like us:

TED talk: Emily Pilloton faz design com a comunidade

A designer Emily Pilloton mudou-se para a área rural de Bertie County, na Carolina do Norte, para participar de um audacioso experimento de transformação da comunidade liderada pelo design. Ela está ensinando uma classe de design e construção chamada Studio H que envolve mente e corpo de alunos do ensino médio enquanto os conduz a um design inteligente e novas oportunidades para o condado mais pobre do estado.

Uma iniciativa interessante do que poderíamos chamar de metadesign: em vez de projetar diretamente a solução, a estratégia é de envolver a comunidade para que ela se envolva no projeto.

Please follow and like us:
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial